Hoje, dia 3 de junho, é comemorado o Dia do Profissional de Recursos Humanos. Como homenagem, separamos cinco matérias com conteúdos para o dia a dia do profissional atual.

  1. Como as empresas podem atuar para prevenção da violência doméstica?
    Desde março, quando as medidas de isolamento social entraram em vigor em todo o mundo governos relatam aumento nas denúncias de violência doméstica. Segundo relatório divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o aumento de violência de gênero foi de 44,9% apenas em São Paulo. Estatísticas como essa acendem um sinal de alerta dentro das empresas.
  2. Em tempos de pandemia, como seu RH pode fazer a gestão de jornada de trabalho?
    Diante do cenário de pandemia do novo coronavírus, o Recursos Humanos tem se reinventado. Afinal, seus processos e gestão são essenciais para a superação da crise nas empresas. Com essa nova realidade, uma das principais preocupações dos RHs é sobre como fazer a gestão da jornada de trabalho dos funcionários quando houver o retorno gradual às atividades presenciais.
  3. Como buscar o autoconhecimento sem precisar de um coach?
    O autoconhecimento é uma das habilidades mais importantes para a vida pessoal e profissional. Conhecer motivações, entender vontades, qualidades e pontos a melhorar é um desafio que pode ser exercitado no dia a dia sem que seja necessário o alto investimento em cursos e programas de imersões.
  4. Como o RH pode combater casos de racismo e injúria racial dentro da empresa?
    O RH tem um papel fundamental para combater o racismo e promover a diversidade dentro das companhias. É a área mais importante para disseminar a cultura anti-racismo e deixar claro o posicionamento de diversidade dentro da empresa.
  5. Pessoas para inspirar os profissionais de RH em 2020
    O Portal Northi organizou uma lista com pessoas que têm se dedicado a criar conteúdos e iniciativas relevantes nos últimos tempos e pode inspirar os profissionais de Recursos Humano e Gestão de Pessoas. São especialistas de diversas áreas, como psicologia, sociologia, tecnologia, gerontologia e educação, que se propõem a promover transformações através de experiências e vivências com temas e visões que estão fora da curva.