Segundo um estudo do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), a crise econômica causada pela pandemia do coronavírus deixará 12,6 milhões de desempregados no Brasil. Isso quer dizer que a taxa de pessoas sem trabalho no país, que já era alta, passará de 11,6% para 23,8% da população.

E foi para ajudar essa legião de trabalhadores que a plataforma de recrutamento Connekt criou o Reconnektados, projeto de recolocação para profissionais demitidos durante a pandemia. “Nosso objetivo com isso é nos tornarmos um canal que não só que disponibiliza vagas, mas que também pensa na empregabilidade do país”, afirma Celson Hupfer, CEO da startup.

O Reconnektados se trata de uma área exclusiva no site da Connekt para quem teve o cargo afetado devido ao coronavírus ou está à procura de emprego há bastante tempo. Para se inscrever, o candidato deve clicar no link e, em seguida, o perfil do trabalhador é compartilhado com as empresas que estão contratando.

Já as companhias que quiserem receber os perfis desses profissionais, podem se cadastrar gratuitamente através do link. A Connekt se responsabiliza por selecionar os candidatos de acordo com os cargos e requisitos anunciados pelas empresas.

Desde o final de abril, quando a iniciativa foi criada, 10.000 pessoas em busca de emprego já se cadastraram na plataforma.

Fonte: Este texto foi publicado, originalmente, em você/sa.