A Iguá Saneamento inicia uma campanha de valorização da saúde por meio do saneamento básico, priorizando o apoio comunitário durante a pandemia de Covid-19. Com o tema “Cuidar da água é o nosso jeito de cuidar de você”, a iniciativa reúne, em todos os canais de relacionamento da companhia, informações de serviços, ações de solidariedade e medidas operacionais para reduzir os riscos de contaminação e garantir a qualidade de vida das famílias.

“Nosso trabalho é fundamental para a higienização pessoal e o controle do avanço da doença, que segue vitimando cada vez mais brasileiros, especialmente das camadas menos favorecidas. Os cuidados próprios do saneamento podem evitar mortes e a disseminação de doenças nas comunidades, mas nem sempre o trabalho das concessionárias é claro para a sociedade. Somente a Iguá atende mais de seis milhões de pessoas em 18 operações”, diz o CEO da companhia, Gustavo Guimarães.

Uma página especial no site da companhia (www.iguasa.com.br/juntos) foi criada para esta campanha de valorização. O espaço virtual destacará doações, dicas para o consumo consciente de água, orientações sobre tarifas durante o período de afastamento social, além de depoimentos de parte dos 1,5 mil colaboradores da Iguá: “De leituristas, a engenheiros sanitaristas e técnicos de manutenção, os ‘heróis do saneamento’ vão às ruas para que os nossos clientes possam ficar em casa, em segurança. Eles também atuam por aqueles que precisam continuar realizando suas atividades externas. Parte importante dessa campanha é dar mais visibilidade ao trabalho essencial dos profissionais do setor e mudar a percepção da sociedade sobre a relevância das empresas de saneamento”, comenta Guimarães.

A Iguá aderiu ao movimento #NãoDemita em abril e garantiu estabilidade aos profissionais para preservar a qualidade operacional. Atenta ao bem-estar de suas equipes, o grupo também alterou escalas de trabalho para evitar aglomerações, implementou o teletrabalho em todos os seus escritórios e afastou os colaboradores no grupo de risco à Covid-19. O atendimento ao público foi direcionado para os canais digitais e para totens de autoatendimento. As lojas de todas as operações foram fechadas, em respeito às recomendações das autoridades municipais, estaduais e federais.