O Portal NORTHI organizou uma lista com sete pessoas que têm se dedicado a criar conteúdos e iniciativas relevantes nos últimos tempo e pode inspirar muito os profissionais de Recursos Humano e Gestão de Pessoas.

São especialistas de diversas áreas, como psicologia, sociologia, tecnologia, gerontologia e educação, que se propõem em promover transformações através de experiências e vivências com temas e visões que estão fora da curva.

Estamos de olho em muitos outros e, em breve, lançaremos uma nova seleção para 2021. Gostou dessa? Deixe seu comentário e indicação para os que poderia estar na lista do ano que vem.


Ana Roxo

Ana Roxo

O Mundo Segundo Ana Roxo é um canal no Youtube apresentado pela Ana Roxo e pela Tati Fadel, que propõe vídeos com explicações simples para assuntos complexos sobre política, filosofia, literatura, visão de mundo, com bom humor e didatismo, além de uma pitada  de deboche. Alguns exemplo são esses vídeos sobre despatologizar a escola e a banalização do coaching.


Fabricio Carraro

Fabrício Carraro

Depois de aprender cerca de oitos idiomas, Fabrício Carraro criou a escola Alura Língua. Além disso, mantém um podcast semanal onde conta as histórias de brasileiros e brasileiras que saíram do Brasil para viver e trabalhar em outro país. Recentemente, Fabrício conversou com duas brasileiras que abriram uma empresa de RH, na área de recrutamento, em Miami e com uma especialista em Marketing que enviou mais de 150 currículos até ser contratada na Bélgica.


Felipe Waltrick

Felipe Waltrick

Felipe Waltrick é programador e sócio diretor de tecnologia da iFractal, empresa pioneira no Brasil em desenvolvimento de software em nuvem, com GNU/Linux, para gestão de ponto eletrônico. Felipe desenvolve software há mais de 25 anos em código aberto e em GNU/Linux. Nos últimos anos, também tem se dedicado a revelar temas ainda poucos conhecidos na sociedade como aprisionamento tecnológico, indústria do certificado e o significado de hacker.


Mafoane Odara

Mafoane Odara

Há cerca de 15 anos, a psicóloga e ativista Mafoane Odara se dedica a frentes de lutas contra a discriminação racial e de gênero. Faz isso, tradicionalmente, buscando apoio e integração de esforços entre ONGs e empresas. Desde dezembro de 2015, ela coordena a área de enfrentamento às violências contra as mulheres e meninas do Instituto Avon e a campanha Fale Sem Medo – Não à Violência Doméstica, em atividade desde 2008. Em uma de suas entrevistas, explicou como garantir que haja mais mulheres negras no curso de engenharia. Em outra refletiu o motivo pelo qual as empresas não devem se apropriar do discurso social.


Maria Del Mar Franco

Maria Del Mar Franco

Maria Del Mar é psicóloga, comunicadora de rádio e tv, fundadora do Instituto Evoluir, facilitadora em Constelação Familiar e, atualmente professora, do curso de formação em Constelação Familiar do Centro de Estudos do Instituto de Psiquiatria (IPQHCFMUSP). Sua produção de conteúdo inclui vídeos com dicas, como este para aprender a ser menos ansioso e como aliviar o estresse, com base na teoria Integral de Ken Wilber.


Mauricio Curi

Mauricio Curi

Depois de 18 anos trabalhando como executivo em grandes empresas, Maurício Curi resolveu mudar de vida. Há mais de cinco anos, mentora jovens empreendedores que querem gerar impacto e também pessoas que, como ele, buscam uma transformação ao descobrir que a carreira que tinham não fazia mais sentido. Além disso, criou a co•mo•ver, plataforma que surgiu como expressão desse impulso transformador, é mentor da Red Bull Amaphiko e embaixador do TED. Maurício mantém um canal do Youtube e os eventos do TEDx com centenas de histórias de transformação contadas através de Diálogos e Reflexões. 


Mórris Litvak

Mórris Litvak

Mórris abraçou a causa da longevidade e entrou de cabeça nesse universo em 2014. Ao começar a entender o panorama do rápido envelhecimento da população no Brasil e no mundo e os impactos diretos que esse contexto traz a toda a sociedade, Mórris fundou a MaturiJobs, em 2015, como um negócio social, com o intuito de ajudar as pessoas maduras a terem a oportunidade de continuarem ativas e compartilhando suas experiências pelo tempo que quiserem. Ele compartilha temas sobre o preconceito etário no mercado de trabalho, a difícil missão das mulheres maduras no mercado de trabalho e a tendência do estágio para os 50+ e por que isso pode ser polêmico