Na correria do dia a dia é comum encontrar profissionais que acabam substituindo as principais refeições por fast food, ricos em calorias e gorduras, ou pelo consumo de refrigerantes e doces. Esse comportamento pode gerar uma menor disposição para as atividades e atrapalhar o desempenho profissional, além de ser muito prejudicial à saúde.

Segundo a nutricionista Katia Cristiane, alguns alimentos podem influenciar o desempenho profissional. “Há alimentos que possuem propriedades calmantes, estimulantes, que causam sonolência, outros deixam agitados. Então, é bom evitar determinados alimentos em certas ocasiões”, comenta.

A especialista explica que o ideal é priorizar os alimentos mais saudáveis, como carnes magras cozidas, grelhadas ou assadas, consumo de folhas cruas variadas, legumes cozidos, leguminosas, frutas e substituir o consumo dos refrigerantes pelos sucos naturais para evitar o consumo de calorias vazias e excesso de açúcar. “A condição ideal implica em ter a disponibilidade para realizar uma pequena refeição nos horários que antecedem as principais refeições do dia, os chamados lanches intermediários, que podem ser adequados ao intervalo de cada colaborador.”

Para ilustrar como adequar o hábito de se alimentar corretamente dentro da rotina de trabalho, elaboramos um eBook sobre quais os alimentos podem ser consumidos por funcionários que passam por picos de estresse na jornada, têm exigência física e desgaste nas articulações ou que necessitam de concentração. Entretanto, a profissional ressalta a importância de consultar um médico e nutricionista para uma avaliação individual de saúde.

Clique na imagem abaixo para fazer o download do eBook.

Botao Download eBook