O Instituto Chão, organização sem fins lucrativos, inaugurou, em 2015, uma loja em São Paulo que promete oferecer produtos orgânicos pelo valor de custo. Lá se pode comprar desde hortifruti, plantas nativas do interior de São Paulo, sabonete de babaçu de Goiás, óleo de pequi do Tocantins, doce de leite de Minas Gerais, café do sul de Minas, repelente do Pará, pão de castanha do Rio de Janeiro, queijo da Paraíba, cerâmica de Cunha (SP) e uma variedade de chocolates, patês, mel, farinha, óleos e bebidas variadas.

“A lógica da oferta e da demanda funciona ao contrário aqui: quanto mais gente estiver comprando, mais barato vai ficar porque a logística fica mais fácil para os produtores chegarem ao local e os custos fixos vão ficando cada vez menores” destacou Fábio Mendes, um dos sócios, em entrevista.

A loja está na Rua Harmonia, número 123, na Vila Madalena, e funciona de terça a sábado, das 10 às 20 horas.

Feira orgânica em Santo André

Materia Organicos 01
Imagem: Divulgação

Aos sábados, das 10 às 15 horas, no piso 1 do Atrium Shopping, em Santo André, acontece a Feira Orgânica, em parceria com a Prefeitura de Santo André e a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

São cerca de 40 metros de barracas, com as mais diversas opções de alimentos orgânicos, cultivados ou produzidos sem agrotóxicos ou substâncias nocivas ao homem ou ao ecossistema, como legumes, verduras, frutas, ovos, cereais, laticínios, farinhas, pães e sucos, entre outros. Para quem vai à feira de carro, o estacionamento custa 5 reais para cinco horas de uso.