Idealizado pelo diretor criativo e cabeleireiro Rodrigo Lima, o Circus Hair, além dos serviços convencionais de salão de beleza, une estúdio de tatuagem, galeria de arte e brechó.

O empreendedor conta que, quando pensou em montar o seu negócio, queria um multiespaço com diversão, cultura e bem-estar para os clientes e colaboradores. “Lembrei de todas as conversas que já tive com meus clientes, nesses, quase, 21 anos de profissão. Escutava que a vida é uma correria e que o salão representava mais um compromisso. Refleti sobre isso e comecei a pensar como o ambiente do salão poderia reduzir a pressão das grandes cidades. Não queria ficar preso a um modelo. Então, coloquei minhas paixões, como mesa de sinuca, cerveja servida de graça, música, vintage e cor. O conceito do circo caiu como uma luva: é um ambiente frequentado por diferentes perfis de pessoas, todas em busca de leveza e alegria. O circo tem cor, magia e encanto. Foi assim que, em 2012, abri a unidade Pamplona e em 2013, a unidade da Augusta. Neste ano, dei um passo adiante e mudei a unidade da Augusta de lugar, para um espaço com 700 metros.”

Circus2
Imagem: Divulgação   |   Na foto: Rodrigo Lima, proprietário do Circus Hair

Plano de carreira

No Circus Hair há uma preocupação com a evolução dos 80 funcionários, entre cabeleireiros, assistentes, maquiadores, manicures, tatuadores, recepcionistas, barman, equipe de limpeza e gestão. “Nós temos um plano de carreira para os colaboradores, de modo que, possamos construir o crescimento técnico e comportamental de cada um. O mais importante aqui é estar aberto para adicionar conhecimento e trocas de experiências. Diariamente, me esforço para construir um ambiente de trabalho justo, inspirador e com oportunidades de crescimento para todos. Cada profissional ao seu tempo e com o seu ritmo de evolução pessoal. Para isso, constantemente, invisto em cursos e palestras. Também temos reuniões mensais de alinhamento e uma equipe de gestão de suporte para que tudo possa correr bem. Nós já promovemos muitos assistentes. É muito emocionante acompanhar essa trajetória”, comemora.